quinta-feira, 1 de abril de 2021

BOMBEIROS ENCONTRAM CORPO DE MENINO DE 6 ANOS QUE DESAPARECEU EM RIO NA GRANDE NATAL

Bombeiros encontraram no início da tarde desta quinta-feira (1) o corpo de um menino de 6 anos de idade que havia desaparecido às margens do Rio Pium, no município de Parnamirim, na Grande Natal.

Marcos Guilherme da Mata Nascimento desapareceu na terça-feira (30). O Corpo de Bombeiros iniciou as buscas pela criança no mesmo dia, mas não teve êxito, e retornou às atividades na quarta e nesta quinta pela manhã. O corpo foi encontrado por volta das 13h40.

"Terça e quarta-feira foram buscas submersas com mergulhadores. E hoje (quinta) as buscas se iniciaram com observação nas margens e adentrando o rio com embarcação de alumínio, fazendo uma limpeza de todos os galhos e folhas que tinham por aproximadamente 100 metros, que bloqueavam a passagem do rio", explicou o major Roberto Oliveira, do Grupamento de Busca e Salvamento, que comandou a operação. "Nós deduzimos que o corpo dele estava nesse local. Após a limpeza desse trecho, no meio do mato, nós constatamos a presença do corpo".

A mãe, Michele Almeida da Mata, reconheceu o corpo pelas roupas: uma camisa cinza e um calção azul. Ela disse que não teve coragem de olhar para o rosto do filho.

Ele era o caçula de três filhos. Na própria terça-feira, momentos depois do desaparecimento, familiares encontraram as sandálias do jovem à beira do rio, o que aumentou as suspeitas de que ele poderia ter entrado na água. A criança não sabia nadar.

A comunidade também chegou a fazer buscas por conta própria e protestou para chamar a atenção das autoridades pelo desaparecimento da criança.

Para o resgate, os bombeiros fizeram as buscas na água, e também utilizaram a tecnologia RPAS - que faz uso de drones - para monitorar o perímetro do rio, a fim de coordenar melhor as ações. FONTE E CONTINUIDADE: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/2021/04/01/bombeiros-encontram-corpo-de-menino-de-6-anos-que-desapareceu-em-rio-na-grande-natal.ghtml

Nenhum comentário: