sábado, 17 de janeiro de 2015

PAULO DAVIM AVISA: “PV TERÁ CANDIDATO A PREFEITO DE NATAL NA PRÓXIMA ELEIÇÃO”

Presidente da legenda diz que será iniciado uma série de debates e diz que “o PV não pode ficar inibido a um passado desventuroso”

O Partido Verde (PV) terá candidato a prefeito de Natal nas eleições de 2016, segundo informa o presidente da legenda no Estado, Paulo Davim, que até recentemente ocupava o mandato de senador da República no lugar do senador Garibaldi Filho (PMDB), licenciado para ocupar o Ministério da Previdência Social. Desde Micarla de Sousa o partido não lançava ninguém para concorrer ao Executivo da capital do Estado.

“Teremos candidato e já iniciamos uma série de conversas com diversos partidos objetivando a construção de uma coalizão de forças políticas para uma candidatura competitiva”, disse o presidente, acrescentando que “serão siglas que têm similitudes com a prática pevista”.
Paulo Davim, que retornou as suas atividades profissionais como médico cardiologista, disse que o Partido Verde iniciará uma série de debates sobre um cronograma de ações a serem desenvolvidas a partir do segundo semestre deste ano.

Constará de palestras, visitas e reuniões em comunidades e debate sobre problemas no municípios. Ainda segundo Paulo Davim, o PV vai implementar uma grande campanha de filiação, não só na capital, mas em todo o Estado. “Entendemos que o PV precisa de uma atitude pró-ativa. Não podemos ficar inibidos por um passado desventuroso. Teremos que construir novos caminhos”, disse ele.

Questionado sobre nomes para a Prefeitura de Natal, Paulo Davim respondeu: “não é tempo para conversar sobre esse assunto. Primeiramente vamos fazer um amplo debate. A certeza que temos é de que o PV terá candidato próprio para prefeito de Natal”.

MICARLA
Eleita em 2008 pelo Partido Verde, Micarla de Sousa teve sua gestão marcada pela desaprovação social e os escândalos de corrupção, tanto que foi afastada por decisão judicial por envolvimento em casos de desvio de recursos públicos em 2012. O PV ainda cogitou lançar outros nomes de seu quadro para disputar a eleição, como o do hoje vereador Luiz Almir, contudo, ao se aproximar a disputa, acabou abrindo para que seus filiados escolhessem seus candidatos a prefeito. A maioria ficou com Hermano Morais, que perdeu para Carlos Eduardo Alves no segundo turno. (JP)
FONTE: JORNAL DE HOJE

Nenhum comentário: