quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Sem fornecer água, Caern decide suspender cobrança em Jucurutu

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) suspenderá o faturamento do consumo da cidade de Jucurutu a partir do mês de outubro – com vencimento em novembro - em virtude da dificuldade de abastecimento. 

As faturas já entregues aos moradores devem ser pagas, pois representam o serviço já prestado à população no mês de setembro, sendo, portanto, referente à água já consumida.

De acordo com nota divulgada pela assessoria de imprensa da Caern, a seca tem sido a principal responsável pela redução no abastecimento da cidade, causando uma baixa vazão no rio Piranhas-Açu.

Ainda conforme a assessoria, as equipes da companhia “estão trabalhando incessantemente a fim de levar água para a população, contudo as partes altas só estão conseguindo ser atendidas através de carros-pipas”.

Por conta da situação crítica que vem assolando o sistema de Jucurutu, a Caern, representada pelo Diretor-Presidente Yuri Tasso, está em Brasília, com o intuito de conseguir recursos para a construção emergencial de uma adutora de engate rápido que irá sanar esta situação.

O sistema de abastecimento de água de Jucurutu atende aproximadamente 18 mil habitantes da cidade.

Na semana passada, os moradores da cidade realizaram um protesto contra a cobrança que vinha sendo realizada pela companhia de água, mesmo sem prestar o serviço.

O assunto chegou a ser debatido na Assembleia Legislativa, pelo deputado Nelter Queiroz. Em pronunciamento, ele sugeriu que a Caern atendesse a reivindicação da população, suspendendo a cobrança de água.

Nenhum comentário: