quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020

PF DECIDE INVESTIGAR SECRETÁRIO DE COMUNICAÇÃO DE BOLSONARO

A Superintendência Regional da Polícia Federal em Brasília abriu inquérito nesta terça-feira (4) para investigar Fábio Wajngarten, chefe da Secretaria de Comunicação Social do governo Jair Bolsonaro. A investigação, que mira supostos peculato, corrupção passiva e advocacia administrativa, foi aberta por requisição do Ministério Público Federal, com base em reportagens do jornal Folha de S. Paulo.

Wajngarten é sócio da FW Comunicação e Marketing, dona de contratos com ao menos cinco empresas que recebem recursos direcionados pela Secom, entre elas as redes de TV Band e Record. O secretário afirmou que os acordos comerciais foram feitos antes do seu ingresso na Secom – o da Band, por exemplo, há 16 anos. Esses contratos, segundo ele, “não sofreram qualquer reajuste ou ampliação” desde então.
Embora a lei brasileira não proíba a participação em empresas, o Código de Conduta da Alta Administração Federal exige que, “além da declaração de bens e rendas, a autoridade pública, no prazo de dez dias contados de sua posse, enviará à Comissão de Ética Pública informações sobre sua situação patrimonial que, real ou potencialmente, possa suscitar conflito com o interesse público”.
Wajngarten não teria feito essa declaração.
FONTE: http://agorarn.com.br/politica/pf-decide-investigar-secretario-de-comunicacao-de-bolsonaro

Nenhum comentário: