quinta-feira, 6 de fevereiro de 2020

GRIPE MATOU 71 PESSOAS NO RN NOS ÚLTIMOS 10 ANOS, APONTA MINISTÉRIO DA SAÚDE


Apesar da preocupação com a eventual chegada do coronavírus ao Brasil, outro tipo de agravo respiratório – mais simples e comum – segue fazendo vítimas e chamando a atenção dos serviços públicos: a gripe, dos tipos A e B.
O Rio Grande do Norte registrou 71 mortes causas por estas cepas de vírus entre os anos de 2009 até 2019, segundo dados pelo Ministério da Saúde.   O número representa os óbitos em unidades hospitalares do Estado – públicos, privados e filantrópicos. De acordo com os dados de morbidade hospitalar do Ministério, o Rio Grande do Norte registrou – dados referentes aos meses de janeiro a novembro – um total de 9 mortes causadas pela gripe em 2019.

Em comparação com outros estados da região Nordeste, o Rio Grande do Norte teve o terceiro menor registro de óbitos, ficando atrás de Piauí (1) e Sergipe (2). Em contrapartida, o Ceará contabilizou 88 mortes no ano passado.
No passado, ainda de acordo com os números, 138 pessoas foram atendidas em hospitais em razão de problemas relações com o vírus influenza em hospitais. O custo de internação das pessoas atendidas com o vírus foi de R$ 116 mil. Ao longo dos últimos 10 anos, as unidades hospitalares atenderam 2.819 pessoas infectadas com influenza.
“O vírus que mais mata em todo o mundo ainda é o da gripe. Causa mortes na China, Alemanha, Estados Unidos, Brasil, ou seja, em todos os lugares do planeta. Nosso foco tem que ser na prevenção, em ações para evitar o contágio, como a vacinação”, diz o secretário adjunto da Saúde, Petrônio Spinelli.  FONTE: http://agorarn.com.br/destaquefotos/gripe-matou-71-pessoas-no-rn-nos-ultimos-10-anos-aponta-ministerio-da-saude

Nenhum comentário: