quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

PREFEITO DE PORTO ALEGRE PEDE TROPAS DA FORÇA NACIONAL E DO EXÉRCITO PARA JULGAMENTO DE LULA

O prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan (PSDB), pediu ao presidente Michel Temer (PMDB) a presença de tropas da Força Nacional Segurança e do Exército na capital gaúcha no julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), marcado para 24 de janeiro.
A defesa do petista solicitou ao TRF-4, segunda instância da Lava Jato de Curitiba, que o ex-presidente seja ouvido durante o julgamento. Lula comunicou ao partido que vai à capital gaúcha mesmo se não for ouvido. Ele deve chegar no dia 22 ou 23 e participar das manifestações preparadas pelo PT.
A solicitação foi feita com a intenção de que as tropas auxiliem “na segurança da população e proteção dos próprios públicos, em razão do eminente perigo à ordem pública e à integridade dos cidadãos porto-alegrenses”. No documento, Marchezan pede o apoio considerando “a ameaça de ocupação de espaços públicos municipais pelos diversos movimentos sociais”, a “menção à desobediência civil e luta propugnadas nas redes sociais por alguns políticos, inclusive senadores da República”, e o fato de o TFR-4 ficar dentro de um parque municipal.

A Justiça Federal do Rio Grande do Sul já havia proibido que manifestantes acampassem no parque Maurício Sirotski Sobrinho, mas não foram proibidas manifestações nas proximidades do TRF-4. FONTE:AGORARN

Nenhum comentário: