quinta-feira, 30 de novembro de 2017

MPF ENTRA COM NOVO PEDIDO DE PRISÃO CONTRA HENRIQUE ALVES

O Ministério Público Federal do Rio Grande do Norte entrou com um novo pedido de prisão contra o ex-deputado Henrique Alves (PMDB). Segundo o MPF, ele segue “em articulação com os integrantes de seu grupo político, por meio de seus familiares, e vem fazendo contatos com o objetivo de ter sua prisão preventiva revogada, nas instâncias superiores do Poder Judiciário, com base em influência e interferência política”. O pedido de prisão foi feito junto com a apresentação da denúncia divulgada nesta quarta-feira (29) contra Alves.

Henrique Alves já está preso desde junho, em Natal, quando foi deflagrada pela Polícia Federal a Operação Manus, um desdobramento da Operação Lava Jato que apura corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro na construção da Arena das Dunas, na capital potiguar.
Eles foram denunciados por lavagem de dinheiro e corrupção passiva, em um suposto esquema de negociação da liberação de financiamentos da Caixa Econômica Federal em troca de propina. Segundo o MPF, o dinheiro sujo conseguido nas operações seria usado na campanha de Henrique Alves ao Governo do Rio Grande do Norte, em 2014. O grupo teria movimentado mais de R$ 4,2 milhões em propinas.
“A quantia nunca foi declarada à Justiça Eleitoral e é fruto do esquema de corrupção e lavagem de dinheiro implantado por Henrique Alves e Eduardo Cunha na Caixa Econômica, entre 2011 e 2015, mediante a indicação de aliados políticos para altos cargos no banco, como Fábio Ferreira Cleto e Geddel Vieira Lima”, afirma o Ministério Público Federal em nota enviada à imprensa.
A defesa de Henrique Alves disse nesta quarta (29) que só se pronunciaria a respeito da denúncia depois de ter acesso ao documento. Nesta quinta (30), a reportagem não conseguiu contato com o advogado. FONTE: G1RN

ISRAEL GÁS MACAU/RN DISK 9.9987-9626/9.9606-7975

RURALISTA VÊ BOLSONARO COMO ‘RADICAL’

Um almoço fechado do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) com parlamentares ruralistas expôs nesta terça-feira, 28, divergências entre o pré-candidato ao Palácio do Planalto e o setor do agronegócio. O encontro foi na sede da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), no Lago Sul.  O discurso de Bolsonaro contra o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e a repetição de uma promessa feita durante a semana de que distribuiria fuzis para fazendeiros enfrentarem “invasores” de terra não foram suficientes para garantir uma liga entre o candidato e o setor. “A gente quer segurança. A gente não quer uma pessoa que traga mais insegurança”, afirmou o deputado Domingos Sávio (PSDB-MG), que foi um dos poucos parlamentares a usar o púlpito montado na sede da FPA para falar.

“Essa campanha está nascendo como uma guerra de marketing. Estão mais preocupados em dar declarações que comovam a opinião pública do que fazer análises profundas”, disse Sávio. “Às vezes somos estigmatizados. O setor agropecuário não pode e não tem o egocentrismo de pensar o Brasil só sob o olhar do campo e da produção. Olhamos questões como saúde, educação e segurança.”
Uma boa parte dos deputados evitou dar declarações. Eles saíram afirmando, de forma reservada, que Bolsonaro foi “genérico” e “inconsistente”. Em entrevista, Bolsonaro reclamou que um deputado, referindo-se a Sávio, o tinha chamado de radical e que 90% dos presentes tinham sido receptivos. “Quero ver se esse vaselina vai resolver o problema da violência. Ele que apresente uma solução”, afirmou Bolsonaro. “Tem de radicalizar contra o MST, mas radicalizar dentro da lei.”
‘Porteira fechada’
Bolsonaro disse que, caso seja eleito, entregará o Ministério da Agricultura de “porteira fechada” para o setor indicar técnicos, do ministro aos assessores. O deputado Luiz Nishimori (PR-PR) disse ter gostado do discurso de Bolsonaro, mas reconheceu que não é novidade ministro da Agricultura ser escolhido pelo setor. “Isso é normal.”
O pré-candidato divergiu de setores do agronegócio ao se opor a proposta de venda de terras para estrangeiros. “Não sou nacionalista. Sou patriota. Quem quer comprar é a China. Ela que vai decidir o alimento que plantará. O que a gente vai comer amanhã?”, questionou. “Agora, se o setor quer vender, eu obedeço”, Bolsonaro disse que saía do almoço “confiante”.
O deputado Nilson Leitão (PSDB-MT), líder da FPA, foi questionado sobre as críticas reservadas de parlamentares a Bolsonaro. “Na verdade, o importante para a frente é que não estamos escolhendo nosso candidato”, disse. Leitão ressaltou que a frente já recebeu o governador Geraldo Alckmin (PSDB) e o prefeito João Doria (PSDB). “Nós utilizamos os pré-candidatos para que eles verbalizem e entendam o sentimento do setor. Eu acho que para isso foi muito bom (o encontro com Bolsonaro). Ele disse que compreende o sentimento do setor e é contra o debate ideológico.” FONTE:PORTALNOAR

VIVA PLANO DE ASSISTÊNCIA FUNERAL 3523-2934


VEM AI NESTE SÁBADO DIA 2 DE DEZEMBRO O SEXTO ANIVERSARIO DO BLOG EURÍPEDES DIAS EM JANDAÍRA/RN


CERCA DE 1% DOS BRASILEIROS RICOS GANHAM 36 VEZES MAIS QUE METADE POBRE DO PAÍS

Apesar da evolução ao longo das últimas décadas, o Brasil ainda apresenta um quadro de desigualdade extrema. Em 2016, 1% da população de trabalhadores brasileiros com maior poder aquisitivo ganhava 36,3 vezes mais do que os 50% que ganham os menores salários. Os dados, da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), foram divulgados nesta quarta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).  Na fatia dos 1% mais abonados, formada por apenas 889 mil pessoas, a renda do trabalho média mensal era de R$ 27.085. O rendimento médio dos 50% que recebiam os piores salários ficou em apenas R$ 747, abaixo do salário mínimo. Se considerados os 5% brasileiros com menores salários, a renda média era de míseros R$ 73 mensais. Segundo o IBGE, 4,445 milhões de trabalhadores estão nessa condição.
“O Brasil é um dos países onde a desigualdade é das maiores do mundo, é uma das grandes mazelas. País nenhum vai crescer com base numa plataforma tão desigual”, declarou Cimar Azeredo, coordenador de Trabalho e Rendimento do IBGE.
Quando considerados os dados de renda per capita de todas as fontes, e não apenas o rendimento do trabalho – nesse cálculo, a renda disponível é dividida por todos os moradores do domicílio, incluindo os que não trabalham -, a situação é ainda mais grave. A renda média mensal per capita dos 5% brasileiros com menor poder aquisitivo era de apenas R$ 47,00 em 2016. A pobreza era ainda mais aguda no Norte e Nordeste, com R$ 38,00 e R$ 33,00, respectivamente.
O rendimento médio real domiciliar per capita foi de R$ 1.242, contra uma renda média de R$ 2.149 se considerados apenas os trabalhadores. As regiões Norte e Nordeste apresentaram o menor valor: R$ 772, em ambas as regiões. A Região Sudeste teve o maior rendimento médio, R$ 1.537.
Com isso, o Índice de Gini do rendimento médio mensal real domiciliar per capita foi estimado em 0,549 em 2016, pior do que o Gini com base no rendimento do trabalho, de 0,525. O indicador mede a desigualdade de renda – numa escala de 0 a 1, quanto maior o indicador, pior é a distribuição dos rendimentos. No Nordeste, o Gini da renda domiciliar per capita foi de 0,555. No Sul, ficou em 0,473.
“Quanto mais desigual a região, mais alto é o Índice de Gini. Então a região mais desigual é o Nordeste, sem dúvida, como já vinha sendo mostrado pela Pnad”, lembrou Azeredo.
Do total de 205 milhões de habitantes do Brasil em 2016, 124,4 milhões tinham algum tipo de rendimento, sendo que 87,1 milhões eram remunerados pelo trabalho que exerciam e 49,3 milhões recebiam renda obtida através de alguma outra fonte, fosse aposentadoria e pensão; aluguel e arrendamento; pensão alimentícia, doação e mesada de não morador; ou outros rendimentos, categoria que inclui seguro-desemprego, programas de transferência de renda do governo, rendimentos de poupança etc.
Em 2016, 13,9% da população recebia aposentadoria ou pensão; 2,4%, pensão alimentícia, doação ou mesada de não morador; 1,8%, aluguel e arrendamento; enquanto 7,7% recebiam outros rendimentos.
O rendimento proveniente de aposentadoria ou pensão foi o mais elevado, em média (R$ 1.670), padrão observado em todas as regiões, sendo mais elevado no Centro-Oeste (R$ 2.064) e mais baixo no Norte (R$ 1.334). Os rendimentos provenientes de aluguel e arrendamento tinham valor médio de R$ 1.521; pensão alimentícia, doação e mesada de não morador, R$ 516; e outros rendimentos, R$ 499.

MACAU: ELETRO CHAVE MACAU FONE: 99611.6625


quarta-feira, 29 de novembro de 2017

PERÍODO DE DEFESO DA LAGOSTA COMEÇA EM DEZEMBRO NO LITORAL POTIGUAR

Começa nesta sexta-feira (1º de dezembro) e vai atéo dia 31 de maio de 2018, em todo o litoral potiguar, o defeso da lagosta – que é a época de reprodução. Assim, durante este período, está proibida a captura do crustáceo, principalmente das espécies lagosta vermelha (Panulirus argus) e lagosta cabo verde (Panulirus laevicauda), as mais comuns.   Os pescadores que desrespeitarem o defeso ficam sujeitos a multas que vão de R$ 700 a R$ 100 mil, mais R$ 20 por quilo do produto irregular, além de penas de até 3 anos de detenção.

Durante o defeso, restaurantes, bares, peixarias, distribuidoras de pescado e quaisquer outras empresas que comercializem lagostas devem declarar seus estoques do crustáceo ao Ibama.
O prazo legal para a apresentação do documento preenchido é o dia 7 de dezembro. O descumprimento da norma também sujeita os comerciantes às mesmas multas aplicadas aos pescadores. O formulário para a declaração pode ser obtido no setor de protocolo da Superintendência do Ibama no RN, situada na Av. Alexandrino de Alencar, 1399, no bairro do Tirol, na Zona Leste de Natal.
O Ibama informa que a venda de lagostas durante o período de defeso não é proibida. Entretanto, o consumidor final também tem responsabilidades ao adquirir esse pescado. As regras são simples:
·         A cada compra, exija sempre nota fiscal e cópia da declaração de estoque – especialmente se for viajar de avião. Esses documentos são a garantia de que o consumidor agiu legalmente, caso seja parado pela fiscalização.
·         Bares e restaurantes que servem lagosta também devem apresentar ao cliente, quando solicitada, a declaração de estoque. Não se envergonhe de exigir o documento – é direito!
·         Respeite os tamanhos mínimos: a lagosta da espécie 'vermelha' deve ter cauda de pelo menos 13 centímetros. Para a lagosta 'cabo-verde', o tamanho mínimo da cauda é de 11 cm.
·         Não compre lagosta em pedaços ou filetada, pois é proibido. A lagosta deve estar sempre inteira ou pelo menos a cauda deve estar intacta.
Não compre lagostas de vendedores ambulantes ou em praias, porque podem ter sido capturadas no período de defeso. Ao comprar em peixarias, peça para ver a declaração de estoque, que deve ter o carimbo do Ibama. Se o documento não for apresentado, o consumidor deve recusar a compra. 

MACAU: SORVETERIA DELICIA DE SORVETES TEL.: 3521.1560 OU 99659-6117


GOVERNO DO RN DIVULGA DATAS DE PAGAMENTO E CONCLUI FOLHA DE OUTUBRO NO DIA 13 DE DEZEMBRO

O Governo do Estado só vai concluir no dia 13 de dezembro o pagamento da folha de outubro dos servidores estaduais.  Em nota, o Poder Executivo afirmou que paga na próxima quarta-feira (6) os trabalhadores que ganham entre R$ 2.001,00 e R$ 4 mil. Neste grupo estão 21.688 servidores, que vão receber um total de R$ 64,8 milhões.

Já no sábado (9), ainda de acordo com o governo, será paga uma parcela de R$ 4 mil aos que recebem acima desse valor. O restante dessa faixa salarial será pago no dia 13 de dezembro. Concluída esta faixa soma um total de R$ 138,5 milhões, sendo 21.927 servidores.

Novembro

Em paralelo, o governo inicia o pagamento da folha de novembro com os servidores da Educação e dos órgãos da Administração Indireta que tem recursos próprios, independente da faixa salarial. Estes receberão seus salários amanhã, dia 30. Neste grupo são 23.247 servidores, que receberão um montante R$ 50,69 milhões.
Ainda não foi divulgado o pagamento dos servidores da administração direta estadual para novembro. Irregularidades devem ser denunciadas ao Ibama RN pelo telefone (84) 3342-0410.

Outras informações e orientações sobre o defeso da lagosta, ligue (84) 3342 0451. FONTE:G1RN 

MANIA CONFECÇÃO RUA: ANGICOS, VIZINHO DEPOSITO CASA SOUZA


ASSEMBLEIA PROMOVE DEBATE PARA SOLUCIONAR PROBLEMAS DE RODOVIA DA COSTA BRANCA

As cidades de Areia Branca e Porto do Mangue se unem nesta quinta-feira, 30, em busca de soluções para a RN-404, rodovia que une os dois municípios e que está ameaçada pela transitoriedade das dunas, que avançam sobre a estrada. A busca pela solução será feita através da Assembleia Legislativa do RN, que realiza, a partir das 9h, no Ecoposto do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (IDEMA), em Porto do Mangue, região da Costa Branca, mais uma importante audiência pública. 
A proposição é do deputado estadual Souza (PHS).
Devido o movimento de dunas na região, o acesso a Porto do Mangue está praticamente intransitável. As consequências da situação são prejudiciais para a economia e o cotidiano, já que há problemas para o turismo, fluxo de veículos de transporte escolar e alternativos, além de carros de passeio e caminhões com cargas comerciais, como sal.
“Se não fossem as ações cotidianas da prefeitura, já não seria possível o pleno aproveitamento da via estadual. Através do nosso mandato solicitamos ao Idema que fizesse uma visita in loco, e que apresentasse alternativas a curto, médio e longo prazo. Ocorre que o avanço das dunas, não permite que aguardemos por muito tempo essa definição, e que medidas emergenciais e alternativas sejam apresentadas e executadas”, justifica o deputado Souza.

Foram convidados para o debate os gestores municipais da região, vereadores e representantes do Departamento de Estradas e Rodagens (DER), Idema, Secretaria de Estado do Turismo (SETUR) e Secretaria do Planejamento, Orçamento e Finanças (SEPLAN) do Estado. FONTE: AGORARN

REDECON CASA SOUZA TEL.3521-1388


PF: GEDDEL COMETEU CRIMES DE LAVAGEM E ASSOCIAÇÃO CRIMINOSA

Polícia Federal concluiu a investigação sobre o bunker com 51 milhões de reais em dinheiro vivo descoberto em Salvador, em imóvel ligado ao ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) e ao irmão dele, o deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA). No relatório de conclusão do inquérito, remetido ao Supremo Tribunal Federal (STF) no fim da semana passada, os investigadores atribuem a Geddel e Lúcio os crimes de lavagem de dinheiro e associação criminosa.

 Também são acusados dos mesmos delitos a mãe dos irmãos, Marluce Quadros Vieira Lima, e os ex-assessores deles Gustavo Ferraz e Job Ribeiro Brandão. A fortuna em espécie, dividida entre 42 milhões de reais e 2,6 milhões de dólares, foi encontrada na Operação Tesouro Perdido, desdobramento da Operação Cui Bono?, que apura se Geddel Vieira Lima e outros peemedebistas receberam propina em contratos e empréstimos da Caixa Econômica Federal enquanto ele foi vice-presidente de Pessoa Jurídica do banco estatal. A PF encontrou digitais de Geddel, Job Brandão e Gustavo Ferraz em cédulas na montanha de dinheiro. O ex-ministro está preso na Papuda, em Brasília.


No relatório de 36 páginas, os investigadores não indicam a origem dos recursos, mas afirmam ter “inúmeras razões” para não se convencerem de que o dinheiro tinha origem lícita. Entre os cinco motivos listados, a PF afirma não ser “crível” que “uma pessoa dispusesse da absurda quantia de aproximadamente R$ 51.000.000,00 em espécie, inclusive transportá-la de um local para outro, colocando em risco de assalto fortuna” e que Lúcio e Geddel “deixassem de auferir rendas sobre a milionária quantia de aproximadamente R$ 51.000.000,00 se este valor estivesse devidamente dec O apartamento onde a fortuna foi descoberta fica no bairro da Graça, na capital baiana, e pertence ao empresário Silvio Silveira, amigo de Lúcio Vieira Lima. O imóvel teria sido emprestado aos irmãos Vieira Lima para que armazenassem bens de seu pai, morto em janeiro de 2016. Conforme depoimento de Job Brandão, que busca um acordo de delação premiada com a Procuradoria-Geral da República (PGR), os valores costumavam ficar armazenados dentro de um closet na casa de Marluce Vieira FONTE:VELA.COM

MEM AVELINO MÀRMORES E GRANITOS MACAU/RN FONE:99948-9172 OU 98864-4724


MULHER É CHICOTEADA POR TER SÓ R$ 25 PARA ENTREGAR A ASSALTANTES NO CE

Uma mulher foi roubada no sítio Maurícia, a 14 quilômetros de Cariús, cidade do interior do Ceará. O caso chamou atenção pela crueldade com o que fizeram com a vítima de 42 anos.
O crime aconteceu na última quinta-feira (23). Ela foi chicoteada diversas vezes por pelo menos dois homens, que não aceitaram a pouca quantia que ela tinha no momento do roubo, informou o blog de Elber Feitosa.
A vítima relatou aos policiais que os bandidos estavam encapuzados e chegaram na residência com um chicote. Eles anunciaram o roubo, exigindo dinheiro e já ameaçando de agressão física, caso ela não entregasse.

A mulher, porém, tinha apenas R$ 25 dentro de casa. Insatisfeitos, os assaltantes começaram a agredir a mulher diversas vezes com um chicote, deixando a mulher com várias lesões no corpo. FONTE: TRIBUNA DO CEARÁ

GRUPO DE ESCOTEIRO DO AR ANTONIO AMORIM SILVA MACAU/RN TEL: 996934801 THIAGO 997027510


GUAMARÉ: MUNICIPALIDADE ENTREGA EQUIPAMENTOS E OITO VEÍCULOS PARA O PROGRAMA DO GOVERNO FEDERAL SAÚDE DA FAMÍLIA

Na agenda administrativa desta terça-feira (29), o gestor guamareense entregou equipamentos na área de saúde pública, e oito veículos, zero quilômetro, que serão utilizados pelos profissionais das equipes do programa Estratégia Saúde da Família-EFS, desenvolvido em várias áreas do município. 

A vereadora Lizete Negreiros e o secretário de Saúde, Adriano Diógenes destacaram o compromisso do governo municipal com a saúde, na atenção básica, média e alta complexidade, apontando diversos investimentos. “Quando assumimos a Prefeitura de Guamaré decidimos que o maior legado da nossa gestão para a cidade seria deixar a saúde dentro dos padrões de excelência. Sendo filho desta terra, não poupamos esforços, para garantir que no momento da dor, o cidadão não se afaste da família e dos amigos, evitando o constrangimento de quilômetros em estradas, filas de espera e ainda o abandono em hospitais regionais ou da capital”, disse o prefeito Hélio Miranda no seu discurso.

Para o Secretário de Saúde, Adriano Diógenes, que ao lado do prefeito Hélio Miranda, e outras autoridades presentes à solenidade, entregou além dos automóveis, novos fardamentos aos agentes comunitários de saúde, agentes comunitários de endemias e fiscais da vigilância sanitária: “a gestão mantém os programas da atenção básica, assim como os de média e alta complexidade com o maior zelo possível, visando a satisfação do usuário.
FONTE: ASSECOM

AUTO ESCOLA É INOVAR AMELHOR DA REGIÃO, 3521-1315 / 99997-4060 / 98839-8340. RUA: AV. BARÃO DO RIO BRANCO MACAU/RN


BRASIL TEM 30 MIL CRIANÇAS DE CINCO A NOVE ANOS NO MERCADO DE TRABALHO

No Brasil, em 2016, segundo os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgada hoje (29) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de um total de 40,1 milhões de crianças e adolescentes no grupo de 5 a 17 anos, 1,8 milhão estavam no mercado de trabalho. O nível de ocupação para esta população foi 4,6%, principalmente concentrado no grupo de idade de 14 a 17 anos. Entre as crianças de 5 a 9 anos de idade, 0,2% encontrava-se ocupada em 2016, ou aproximadamente 30 mil crianças, enquanto no grupo de 10 a 13 esse percentual era de 1,3% ou aproximadamente 160 mil crianças. De 14 a 15 anos, 6,4% dos jovens estavam ocupados (430 mil) e de 16 a 17 anos eram 17% (cerca de 1,2 milhão).

As crianças pretas ou pardas eram maioria entre as ocupadas, representando 64,1%. Entre as crianças ocupadas de 5 a 13 anos, 71,8% eram pretas ou pardas, e para o grupo de 14 a 17 anos, o percentual de pretas ou pardas foi de 63,2%
Na média, no Brasil, 81,4% das crianças e adolescentes ocupados frequentavam a escola no ano de 2016. A desagregação por grupo de idade mostrou que 98,4% das crianças de 5 a 13 que se encontravam ocupadas frequentavam a escola. Para o grupo de 14 a 17 esse percentual foi 79,5%. Das crianças de 5 a 17 anos ocupadas que frequentavam a escola, 94,8% estudavam na rede pública e 5,2% na rede privada.
Dentre as pessoas ocupadas de 5 a 13 anos de idade, apenas 26% recebiam remuneração enquanto as demais não a recebiam. Já no grupo de 14 a 17 anos, 78,2% recebiam remuneração, enquanto os demais não.
A agricultura era a principal atividade das crianças trabalhadoras de 5 a 13 anos, concentrando 47,6% delas. Já para os ocupados de 14 a 17 anos, a principal atividade era o comércio, com 27,2% deles. Além disso, enquanto 66% do grupo de 14 a 17 estavam ocupados na condição de empregado, 73% das crianças de 5 a 13 anos ocupadas eram trabalhadores familiares auxiliares.
Dentre os ocupados de 14 e 15 anos de idade na posição de empregado, 89,5% não tinham carteira de trabalho assinada. Entre os jovens empregados de 16 e 17 anos, o percentual dos que tinham registro em carteira foi de 29,2% em 2016, os demais não eram registrados.
O rendimento médio mensal real habitualmente recebido de todos os trabalhos pelas pessoas de 5 a 17 anos de idade, ocupadas na semana de referência, com rendimento de trabalho em 2016, foi estimado em R$ 514.
O número de horas efetivamente trabalhadas na semana de referência por cada grupo obedeceu a um movimento crescente, registrando jornadas semanais de 8 horas, em média, para os menores (de 5 a 9 anos) e de 28,4 horas, em média, para os maiores (de 16 e 17 anos).
A região com maior proporção de trabalho infantil entre as crianças de 5 a 13 anos de idade foi a Norte, com nível de ocupação deste grupo de 1,5% (aproximadamente 47 mil), seguida pelo Nordeste, com 1% (cerca de 79 mil). Já o trabalho entre os adolescentes de 14 a 17 anos foi proporcionalmente maior na região Sul, com 16,6% no nível de ocupação.
Do total de crianças e adolescentes que estavam no mercado de trabalho em 2016, 34,7% eram mulheres e 65,3% eram homens. FONTE:PORTALNOAR

VIVA PLANO DE ASSISTÊNCIA FUNERAL 3523-2934


IDOSO DE 78 ANOS É MORTO A TIROS AO REAGIR A ASSALTO NO BAIRRO DO ALECRIM, EM NATAL

Um idoso de 78 anos foi morto a tiros na manhã desta terça-feira (28) no Alecrim, bairro da Zona Leste de Natal. Segundo a Polícia Militar, Gilberto dos Santos usou um guarda-chuva para reagir a um assalto. Buscas foram feitas, mas ninguém foi preso até o momento.

Comandante do policiamento da região metropolitana da capital potiguar, o coronel Zacarias Mendonça disse ao G1 que quase presenciou o crime. "Aconteceu na rua dos Pajeús, perto do Clube Atlântico. O motorista da nossa guarnição foi quem viu. Os criminosos se aproximaram em um Palio. Um deles desceu e foi em direção ao homem, que ainda tentou se defender com um guarda-chuva. Foi quando escutamos os tiros", relatou.
Ainda de acordo com o coronel, o motorista chamou uma ambulância do Samu e também pediu apoio a uma viatura da área, que partiu em busca do Palio. O carro dos criminosos, no entanto, não foi localizado. Já a equipe médica, quando chegou para prestar socorro nada mais pôde fazer. FONTE:G1RN

MACAU: ELETRO CHAVE MACAU FONE: 99611.6625


TJ MANTÉM PENA DE PASTOR CONDENADO POR ESTUPRO DE ADOLESCENTE DE 15 ANOS NO RN

A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do RN negou o recurso movido pela defesa de um pastor evangélico acusado pelo Ministério Público de estupro de vulnerável. Na Apelação, a defesa argumentou pela negativa de autoria, mas o órgão julgador manteve a sentença penal dada pela 10ª Vara Criminal de Natal.

Segundo o MP, o denunciado, no período compreendido entre agosto e dezembro de 2012, se utilizou da sua autoridade de pastor evangélico e devido da confiança que a vítima tinha, para em um primeiro momento, constranger a adolescente, na época com 15 anos de idade, a manter conjunção carnal com ele, passando seguidamente a utilizar-se de violência e grave ameaça, conforme constata-se do depoimento das testemunhas e da vítima.
A sentença, mantida sem alterações pela Câmara Criminal, definiu que a materialidade e a autoria do delito estão consubstanciadas nas declarações da vítima que, em todas as ocasiões em que foi ouvida relatou com detalhes os abusos sexuais praticados pelo acusado, havendo tais declarações sido corroboradas por diversos depoimentos colhidos nestes autos.

“Ressalte-se que em crimes contra a dignidade sexual, que em regra são praticados na clandestinidade, a palavra da vítima é de grande relevância e decisiva para a condenação do acusado, especialmente quando não há nos autos elementos que atestem a versão por ela apresentada”, definiu o julgamento. FONTE:PORTALNOAR

MACAU: SORVETERIA DELICIA DE SORVETES TEL.: 3521.1560 OU 99659-6117


RN É O ESTADO COM MAIS CIDADES COM RISCO DE SURTO DE DENGUE, ZIKA E CHIKUNGUNYA, DIZ MINISTÉRIO DA SAÚDE

O novo Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) indica 357 municípios brasileiros em situação de risco de surto de dengue, zika e chikungunya. Isso significa que mais de 9% das casas visitadas nestas cidades continham larvas do mosquito. A maior parte dessas cidades, um total de 97, fica no Rio Grande do Norte. Ou seja, o estado potiguar tem mais de 58% dos seus municípios em situação de risco.  Das 167 cidades do RN, 165 enviaram os dados para o estudo. Destas, 22 tiveram desempenho satisfatório (13,3%), 73 estão em alerta (44,24%) e 97 em risco (58,08%).

No total, 3.946 municípios de todo o país fizeram o levantamento. Os dados foram apresentados pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, nesta terça-feira (28), em Brasília. Na ocasião, também foi lançada a campanha publicitária de combate ao mosquito Aedes aegypti.
Realizado de outubro até a 1ª quinzena de novembro, o LIRAa teve adesão recorde de municípios para este período do ano, com 3.946 cidades participantes, um aumento de 73% se comparado com o mesmo período do ano passado, quando 2.282 municípios fizeram o levantamento.
Além das cidades em situação de risco, o LIRAa identificou 1.139 municípios em alerta, com índice de infestação de mosquitos nos imóveis entre 1% a 3,9% e 2.450 municípios com índices satisfatórios, com menos de 1% das residências com larvas do mosquito em recipientes com água parada.
Entre as 17 capitais que o Ministério da Saúde recebeu informações sobre o LIRAa, estão com índices satisfatórios os municípios de Macapá (AP), Fortaleza (CE), Goiânia (GO), Belo Horizonte (MG), João Pessoa (PB), Teresina (PI), Curitiba (PR), Rio de Janeiro (RJ) e Palmas (TO).

As capitais com índices em estado de alerta, são: Maceió (AL), Manaus (AM), Salvador (BA), Vitória (ES), Recife (PE), Natal (RN), Porto Velho (RO), Aracajú (SE) e São Luis (MA). As capitais Belém (PA), Boa Vista (RR), Porto Alegre (RS), Florianópolis (SC), São Paulo (SP), Campo Grande (MS), Cuiabá (MT), Brasília (DF) e Rio Branco (AC) não informaram os dados ao Ministério da Saúde. FONTE: G1RN

MANIA CONFECÇÃO RUA: ANGICOS, VIZINHO DEPOSITO CASA SOUZA


terça-feira, 28 de novembro de 2017

ANEEL MANTÉM BANDEIRA TARIFÁRIA VERMELHA EM DEZEMBRO, MAS ADOTA PATAMAR MENOR

A Agência Nacional de Elergia Elétrica (Aneel) divulgou nesta segunda-feira (27) que a bandeira tarifária para o mês de dezembro será vermelha, mas no patamar 1, com custo um pouco menor, de R$ 3 a cada 100 kWh (quilowatts-hora) consumidos.   Desde outubro, vigorava o patamar 2 na cobrança nas contas de luz, tarifa mais cara prevista na distribuição das bandeira e que implica a cobrança de taxa extra nas contas de luz de R$ 5 a cada 100 kWh consumidos, após reajuste anunciado em novembro. Em setembro, vigorou na cobrança das contas de luz a bandeira amarela, que aplicou uma taxa extra de R$ 2 para cada 100 kWh.
De acordo com a agência, houve uma ligeira melhora na situação dos reservatórios das usinas hidrelétricas. A Aneel disse ainda que, embora não haja risco de desabastecimento, é preciso reforçar as medidas para evitar o desperdício de energia.
Na semana passada, o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) apontou uma “pequena melhoria” nas condições de atendimento ao Sistema Interligado Nacional, em razão das chuvas registradas no mês de novembro.
De acordo com o comitê, o cenário é de acompanhamento da evolução “considerando as chuvas previstas nos próximos dias em grande parte do país.” Para o período de 15 a 30 dias, a previsão é de chuvas relativamente próximas à média histórica no Sudeste, Centro-Oeste e no centro-norte da região Sul.
Bandeiras tarifárias
O sistema de bandeiras tarifárias foi criado em 2015 como forma de recompor os gastos extras com a utilização de energia de usinas termelétricas, que é mais cara do que a de hidrelétricas. A cor da bandeira é impressa na conta de luz (vermelha, amarela ou verde) e indica o custo da energia em função das condições de geração.
A bandeira vermelha é acionada quando é preciso ligar usinas termelétricas mais caras, por causa da falta de chuvas. Segundo a Aneel, o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o uso consciente. As cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração de eletricidade. FONTE: LUCIANO NASCIMENTO/ AGÊNCIA BRASIL

REDECON CASA SOUZA TEL.3521-1388


GARRAFA PRESA NO PNEU DO CARRO PODE SIGNIFICAR TRUQUE DE ASSALTANTES

Imagine se os ladrões usassem a sua criatividade para resolver os problemas do cotidiano, principalmente no Brasil. Provavelmente, o país seria um dos mais avançados e teria algumas tecnologias e teorias de ponta. No entanto, a realidade é outra e os criminosos continuam cheio de invenções, principalmente quando é para assaltar alguém – isso se não forem para assassinar ou tortura algum rival. As autoridades estão alertando para um novo golpe, que começa com uma garrafa sendo colocada na roda do carro.
Se você notar a garrafa antes de entrar em carro, o melhor a fazer é procurar alguma autoridade próxima para verificar e ficar nas proximidades até você sair do local. Caso você entre no carro e tente arrancar e ouvir o estouro da garrafa, não pare e nem saia do veículo. Tente andar mais um pouco, para depois verificar o que aconteceu. A instrução se dá porque é quando a vítima vai tirar a garrafa da roda ou verificar o que aconteceu que os ladrões es decidem agir.
Os ladrões sempre colocam a garrafa de maneira estratégica na roda direita, que seria a da carona. Assim, o motorista sairá do veículo, dará a volta nele e verá o que aconteceu. Nesse momento, os ladrões entram e levam o carro, caso a chave esteja na ignição ou ainda rendem o motorista para levar o automóvel. É importante que você também compartilhe essa situação com amigos e familiares, para que mais ninguém caia nesse novo golpe que está sendo utilizado pelos bandidos.
Se você passar por isso e conseguir escapar, também é necessário avisar as autoridades. Caso os bandidos não consigam acertar com uma vítima, com certeza utilizarão o mesmo local para fazer novas vítimas. Assim, oficiais poderão ocupar a área e até identificar quem são os ladrões que podem estar tentando fazer esse novo golpe. Em caso de você cair no assalto, o melhor é nunca reagir. Pense que a vida é única e não pode ser comprada novamente. FONTE: 365NEWS

MEM AVELINO MÀRMORES E GRANITOS MACAU/RN FONE:99948-9172 OU 98864-4724


segunda-feira, 27 de novembro de 2017

MESMO COM OBRIGATORIEDADE DE SELO NOS GARRAFÕES DE ÁGUA, HÁ IRREGULARIDADES

Em maio deste ano, o consumidor potiguar ganhou uma nova ferramenta de fiscalização da qualidade e legalidade para os garrafões das águas mineral e das adicionadas de sais, de 10 e 20 litros. O Selo Fiscal de Controle, validado pelas Vigilância Sanitária no RN (Suvisa) e Secretaria Estadual de Tributação (SET), deve vir afixado no lacre dos produtos, de forma clara e visível para o comprador, e é concedido às fontes de água que estão em dia com as obrigações tributárias e sanitárias.
Com seis meses de vigência do selo, é possível fazer uma avaliação do resultado preliminar dessa ação. Apesar dos esforços da SET, da Suvisa e do Sindicato da Indústria de Cervejas, Refrigerantes, Águas Minerais e Bebidas em Geral do Estado do Rio Grande do Norte – Sicramirn para garantir a melhor qualidade do produto que chega às casas dos potiguares, algumas empresas continuam distribuindo água envasada de forma irregular. Por isso, faz-se cada vez mais necessário um trabalho conjunto de fiscalização que só é possível por meio da parceria eficiente entre Estado e consumidor – principal beneficiado pelo selo.
O selo vem se mostrando um valioso instrumento de combate à sonegação e à concorrência desleal, já que a sua ausência denuncia a entrada clandestina de produtos no mercado. A lei prevê multa de R$ 60,00 por cada vasilhame que for encontrado em situação irregular. Para Djalma Barbosa, presidente do Sicramirn, os órgãos responsáveis do governo se prontificam a fazer o trabalho de monitoramento de campo e têm conseguido uma fiscalização eficiente, que ainda pode ser melhorada.
“O consumidor é o grande beneficiário, visto que o selo assegura que o produto está de acordo com os padrões sanitários. Nossos esforços são direcionados para um consumidor cada vez mais consciente com relação à aquisição dos produtos com o selo fiscal”, comenta Djalma. Além da fiscalização dos órgãos de controle do Estado, também é necessário que a população, principal interessada na qualidade do produto, participe ativamente da fiscalização do selo. Isso pode ser feito através dos canais oficiais de contato da Secretaria da Tributação como pelo aplicativo do órgão. FONTE: AGORARN

AUTO ESCOLA É INOVAR A MELHOR DA REGIÃO, 3521-1315 / 99997-4060 / 98839-8340. RUA: AV. BARÃO DO RIO BRANCO MACAU/RN


PM RETIRA ARMADILHA COLOCADA EM RODOVIA DE TIBAU DO SUL

Na noite deste domingo, 26/11, por volta das 19:30hs a guarnição de serviço de Tibau do Sul, voltando de Pipa pela estrada nova, se deparou com uma dupla de marginais que covardemente espreitavam por algum motociclista para assaltar usando arame farpado como armadilha para assaltar os motociclistas.
“Uma armadilha dessa pode ser fatal para os motociclistas, pois eles podem ter o pescoço cortado com o arame farpado”. Declarou um PM. Porem os meliantes conseguiram fugir, devido ser uma área de difícil acesso e pouca iluminação, mas a equipe está de parabéns por ter conseguido frustrar mais uma ação desses bandidos inescrupulosos.

“Passou dois motociclistas na hora que estávamos tirando o arame da pista; homem, eles agradeceram demais... Alguém poderia até perder a vida numa armadilha dessas”. Disse um policial. FONTE:FOCOELHO

VIVA PLANO DE ASSISTÊNCIA FUNERAL 3523-2934


POLÍCIA FEDERAL ATACA CARTEL EM LICITAÇÕES DE SANEAMENTO EM 14 ESTADOS

A Polícia Federal, em ação com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), deflagrou nesta segunda-feira, 27, a Operação Vinil. A investigação apura o crime de formação de cartel por empresas do ramo de conexões de PVC e polipropileno, em licitações públicas de obras de infraestrutura em saneamento de água.
Em nota, a PF informou que 65 policiais federais e 20 servidores do Cade cumprem 15 mandados de busca e apreensão em São Paulo, grande São Paulo e na cidade de Santa Bárbara D’Oeste, todos expedidos pela 5ª Vara Criminal Federal de São Paulo.
O inquérito policial teve início em junho de 2017 quando o Ministério Público Federal encaminhou, para investigação pela PF, o acordo de leniência firmado entre o Cade e uma empresa fabricante de conexões, no qual se descrevem condutas anticompetitivas dela e de outras três empresas do ramo, afetando o mercado nacional, entre os anos de 2004 e 2015, comprometendo licitações em 14 estados.
O relatório do Cade aponta indícios de violação da ordem econômica por meio de conluio entre as empresas para frustrar o caráter competitivo das licitações públicas, como a fixação de preços e condições comerciais; a abstenção de participação em licitações; acordos para divisão de clientes e lotes entre concorrentes e o compartilhamento de informações comercialmente sensíveis.

São apurados crimes de abuso do poder econômico (formar acordo visando a fixação artificial de preços e o controle regionalizado do mercado por um grupo de empresas), previstos na Lei 8.137/90, com penas de 2 a cinco anos de prisão e multa. FONTE: AGÊNCIA ESTADA