terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

MILITARES E GOVERNO CHEGAM A ACORDO E EVITAM PARALISAÇÃO GERAL NO RN

Depois de uma reunião na manhã desta terça-feira (14), representantes dos policiais e bombeiros militares que protestam por melhores condições financeiras e de trabalho chegaram a um acordo com o governo do Rio Grande do Norte, que aceitou a maioria das exigências do movimento. A decisão ainda precisa ser aprovada pelas categorias em assembleia nesta tarde.
Segundo a Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar, o governo concordou com 702 promoções de policiais relativas a dezembro de 2016; com o pagamento dos militares promovidos em agosto do mesmo ano, previsto para fevereiro; e com o pagamento retroativo dos promovidos em dezembro de 2015 e nos meses de abril e agosto do ano seguinte.
Também foi aprovado o aumento das diárias operacionais para R$ 120 por oito horas de serviço, com pagamento adiantado, além da atualização dos níveis remuneratórios a partir deste ano: a Lei de Organização Básica (LOB) referente a esse aumento deve ser encaminhada à Assembleia Legislativa até 29 de fevereiro.
Protesto
O ato dos policiais militares e bombeiros em frente à Governadoria, em Natal, começou às 9h. As mulheres dos militares também participaram da manifestação. Os líderes do movimento foram convidados para a reunião com o governador Robinson Faria e a cúpula da segurança pública por volta das 10h30.
As reivindicações são:
- Efetivação das promoções de dezembro;
- Pagamento dos promovidos em agosto;
- Pagamento do retroativo dos promovidos em 25/12/15 e 21/04/16;
- Definição de carga horária;
- Encaminhamento imediato das Leis de Organização Básica;
- Atualização dos níveis remuneratórios;
- Fim da prisão administrativa, através de decreto do Governador;
- Retirada dos policiais militares dos presídios;
- Fim da idade limite de ingresso para quem já ingressou na instituição.
FONTE: G1DORN

Nenhum comentário: