quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

GOVERNO PREPARA TRANSFERÊNCIA DE FACÇÃO EM ALCAÇUZ

O clima segue tenso na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta. Nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira (18), quinto dia de conflito entre facções, ônibus do Batalhão de Choque da Polícia Militar (BPChoque) e vans do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) chegaram ao presídio. Informações extraoficiais dão conta de que deve ocorrer “uma grande transferência” nas próximas horas.
Ainda não se sabe qual facção será retirada de Alcaçuz, maior unidade prisional do estado. No entanto, também extraoficialmente, circula a informação de que presos ligados ao Sindicato do RN serão transferidos para uma unidade já dominada pela facção.
Nenhum incidente de maior gravidade foi registrado durante a noite de terça e a madrugada desta quarta. Como vem acontecendo desde o sábado, quando foi iniciada a rebelião, os detentos permaneceram sobre os telhados dos pavilhões e trocaram ameaças entre si.

Nesta terça-feira, a Polícia Militar colocou todo o seu efetivo em estado de prontidão para trabalhar em possíveis operações de rua e segurança de presídios. A medida, segundo apurou a reportagem do NOVO, visa evitar ataques e conflito entre facções fora de Alcaçuz, além de dar suporte a uma possível grande transferência de presos.

A guerra entre as facções PCC e Sindicato do RN já deixou 26 mortos em Alcaçuz. As duas organizações criminosas lutam pelo controle da unidade, considerada a mais importante do sistema carcerário potiguar. FONTE: NOVO JORNAL

Nenhum comentário: