terça-feira, 6 de dezembro de 2016

POR QUE ALGUNS CACHORROS FICAM GRUDADOS LOGO DEPOIS DE CRUZAR?

Você já deve ter visto essa cena. Quando dois cachorros permanecem grudados por um tempo depois do acasalamento, pode parecer algo doloroso e desconfortável. Será que é melhor separá-los?
Cruzamento de cachorros
Na verdade, é uma reação biológica natural. Quando a fêmea está no cio, ela produz feromônios que atraem o macho. A primeira interação é cheirar os genitais, e depois o macho monta na fêmea.
Segundo a professora Paula Papa, da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo, quando começa a cópula, os cachorros ficam grudados rabo com rabo.
“Quando o macho introduz o pênis na vagina da fêmea, ele expande o bulbo do pênis, parte que funciona como um tampão, para que o esperma vá direto para o organismo da fêmea”, explica a professora.
Por sua vez, a vagina da fêmea possui um formato anatômico que se encaixa com o pênis do cão, e é por isso que eles se grudam durante o acasalamento.
“Como o bulbo do pênis fica inchado durante a ejaculação, o macho não consegue se separar da fêmea”, conta Paula, “e qualquer intervenção mecânica pode causar lesões nos animais”.
O ato pode durar de quinze minutos até uma hora, depende da raça e do porte dos cachorros.
Um detalhe importante que Paula explicou é que a posição de cópula não é, necessariamente, a do macho montado na fêmea. “Isso é apenas um sinal de dominância. A cópula só acontece se eles estiverem virados”.
A professora também conta que, quando a cópula termina, o bulbo regride de tamanho, e os animais se separam naturalmente.
“Essa evolução ocorreu para que o macho contribua para que a fecundação aconteça, já que as chances são bem maiores”, conclui Paula.
Assim, se você vir dois cachorros grudados, não faça nada, pois é um ato completamente normal. FONTE: PORTAL DO DOG

Nenhum comentário: