terça-feira, 11 de outubro de 2016

BRASILEIRO ESTÁ PREFERINDO COMPRAR SEMINOVOS EM VEZ DE ZERO KM

Enquanto as vendas de veículos zero quilometro caíram 22,8% no ano, os seminovos (usados de zero a três anos) seguem em alta. Segundo a Fenauto – federação associações dos revendedores de veículos -, foram vendidas de janeiro a setembro 3.618.421 unidades, contra 2.935.897 no mesmo período do ano passado, um aumento de 23,2%.
Comparando com o mesmo mês do ano passado, setembro teve uma alta de 17,5%, com um total de 428.103 veículos em 2016 contra 364.475 em 2015.
Mesmo com o mercado de seminovos aquecido, no último mês houve um recuo de 9,7% na comercialização de veículos em comparação com o mês de agosto. Em setembro foram vendidas 428.103 unidades, contra 474.346.
O resultado negativo foi influenciado pelo numero de dias úteis, já que setembro teve 21 dias, dois a menos que agosto, além da greve dos bancários.
O presidente da Fenauto, Ilídio dos Santos, afirmou que “apesar da variação negativa verificada no resultado entre os meses de agosto e setembro, o acumulado deste ano aproxima-se do mesmo total do ano passado, com o que podemos observar uma certa estabilidade”.
O aumento de vendas de seminovos, ao contrário do que disse ontem um dirigente da Anfavea, não pode ser visto com sinal de recuperação do setor.
A procura por seminovos é uma alternativa do consumidor que não pode comprar um zero ou não quer investir tanto num momento em que ainda se sente inseguro em relação à economia. FONTE: EXAME

Nenhum comentário: