sexta-feira, 7 de agosto de 2015

SAÚDE: ARROZ BRANCO OU INTEGRAL? DESCUBRA QUAL É A MELHOR ESCOLHA

Quem é ávido por uma alimentação saudável muitas vezes se depara com dúvidas. Qual é a melhor opção, entre dois tipos de alimentos? No caso do arroz branco e do integral, não é preciso quebrar a cabeça: o integral é bem melhor.
O arroz integral, como o próprio nome diz, é inteiro.  “É completo, pois não passa por processamento. Os nutrientes da casca, da película e do germe se mantêm”, explica a nutricionista Jacqueline Moniz.
Segundo Maria Fernanda, nutricionista do HCor, o arroz integral é melhor porque carrega mais vitaminas, minerais e fibras.
“As fibras são uma das grandes sacadas para o controle da saciedade, para quem quer perder peso”, explica ela.
No grão integral há vitaminas do complexo B, que são antioxidantes, ajudam no sistema neurológico, na saúde da pele, das unhas e dos cabelos, além de ter outros benefícios. O arroz integral também contém vitamina E, com ação antioxidante, antienvelhecimento e preventiva de doenças inflamatórias.
“Essas vitaminas estão relacionadas com a melhora da energia e têm ação antioxidante, como antienvelhecimento, e de prevenção do câncer”, diz Jaqueline, acrescentando que o arroz integral também tem, em menor quantidade, vitaminas A, D e C.
Maria Fernanda complementa que o grão integral é fonte de selênio e manganês, minerais excelentes para uma boa saúde.
O arroz branco, por ser refinado, tem menos vitaminas e minerais que a versão em estado original.
“Não é que o arroz branco seja ruim, mas para quem quer ter uma vida mais saudável, é melhor consumir o integral”, aconselha a nutricionista.
O arroz branco, por ter perdido germe, película e casca, fica somente com os nutrientes do interior, o endosperma.
“Restam amido, proteína, selênio, vitamina B1, vitamina E e alguns flavonoides”, explica Jaqueline.
Branco para as crianças
Apesar do número de calorias semelhante, o arroz branco faz engordar mais. O motivo para essa “injustiça” é a menor quantidade de fibras presente no tipo refinado. Com isso, o arroz branco – que é um carboidrato – se transforma em açúcar e cai rapidamente na corrente sanguínea. No tipo integral, esse açúcar é absorvido mais lentamente por causa das fibras, dando tempo ao organismo de se organizar para receber essa energia.
Para crianças, no entanto, o ideal é oferecer o arroz branco. O produto integral, por sua casca conter fitatos, acaba inibindo a absorção de alguns nutrientes.
“Eles formam uma espécie de ‘cola’ que não deixa os nutrientes serem absorvidos, fazendo a criança ficar sem alguns nutrientes importantes”, detalha Maria Fernanda.
“No adulto também acontece, mas como ele não está em fase de crescimento, não tem problema. Os fitatos reduzem a absorção, mas não anulam”.  FONTE: IG

Nenhum comentário: