quinta-feira, 13 de agosto de 2015

MINEIRO CRITICA MEDIDA DA SETURN DE CADASTRAR IDOSOS NO TRANSPORTE PÚBLICO‏

O deputado Fernando Mineiro (PT) fez pronunciamento na sessão plenária desta quarta-feira (12) criticando a forma como está sendo feito o cadastro de idosos com direito à gratuidade no transporte público. O cadastro, determinado pelo Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Natal (Seturn), é para os passageiros que não tem cartão. Os empresários passaram a exigir que seja preenchido um formulário antes do ônibus seguir viagem.
A medida da Seturn veio em seguida à nova determinação de lei municipal, que entrou em vigor estes dias (10), segundo a qual os idosos devem entrar pela porta da frente nos ônibus. A medida está gerando polêmica: atrasa o percurso da viagem, visto que o motorista, que muitas vezes já acumula dupla função, é o responsável pelo cadastro. Também está constrangendo os idosos e desagradando aos outros passageiros.

“O motorista é obrigado pelas empresas a fazer uma ficha em que o idoso é obrigado a preencher, assinar o nome dele para o ônibus poder seguir. O motorista é o cobrador e o anotador de dados. Por sua vez é um absurdo e de uma tamanha desumanidade”, afirmou o deputado. Mineiro disse que é preciso que a administração municipal proíba este tipo de humilhação e que haja fiscalização. O deputado lembrou que a passagem não é gratuita para as empresas de ônibus, pois já é paga pela sociedade.
Comissão parlamentar
Durante seu pronunciamento na sessão plenária, o deputado Fernando Mineiro (PT) disse que era importante a formação de uma comissão parlamentar suprapartidária para acompanhar os concursados da PM e também os servidores da Saúde, que estão em greve há cerca de dois meses.

Nenhum comentário: