sexta-feira, 12 de junho de 2015

SETE PARQUES DE ENERGIA EÓLICA SERÃO INAUGURADOS PELA COPEL NO ESTADO DO RN

A Companhia Paranaense de Energia – Copel vai inaugurar na próxima terça-feira, dia 16 de junho, seus primeiros parques eólicos construídos fora do Paraná. Serão oficialmente inaugurados sete parques no Rio Grande do Norte – integrantes de dois diferentes complexos eólicos – com potência instalada total de 169,9 MW.
Ao todo, a Copel implantará 28 parques em cinco complexos eólicos no Rio Grande do Norte até 2019, num total de 663,6 MW, suficiente para abastecer 2 milhões de residências.
No mês passado, a Copel tinha iniciado operação comercial de dois parques eólicos no Rio Grande do Norte. Com uma capacidade instalada total de 59,4 MW (megawatts), os parques Santa Maria e Santa Helena integram o Complexo Brisa Potiguar, localizado no município de João Câmara, a 70 km de Natal. A companhia conta agora com sete parques em operação. Os primeiros foram inaugurados em fevereiro, no município de São Bento.

“Estas novas usinas respondem a um grande investimento da Copel na geração a partir de fontes limpas e renováveis”, afirma o diretor-presidente da Copel Renováveis, Ricardo Dosso. “Já uma realidade na matriz energética brasileira, os parques eólicos apresentam mínimo impacto socioambiental e custos de implantação cada vez mais competitivos, reforçando a oferta de energia em um momento crítico para o setor elétrico”.
Quatro dos cinco complexos contam com capital 100% Copel. O Complexo São Miguel do Gostoso é administrado em parceria com a Voltalia, que possui 51% do empreendimento.   Até o final deste ano, devem entrar em operação os cinco parques restantes do Complexo Brisa Potiguar (total de 183, MW) e os quatro parques do Complexo São Miguel do Gostoso (108 MW), somando 385,6 MW de potência eólica instalada este ano.
A Copel foi pioneira no estudo da exploração da energia dos ventos para gerar eletricidade no Brasil. Em 1999, inaugurou os primeiros aerogeradores do Sul do país, na cidade paranaense de Palmas. Atualmente com 2,5 MW, esta usina terá sua capacidade ampliada para 6,7 MW ainda este ano, graças a uma parceria com a multinacional Weg, de Jaraguá do Sul.
Paralelamente aos investimentos em energia eólica, a Copel constrói duas usinas hidrelétricas – Colíder (300 MW) e Baixo Iguaçu (360 MW) – e também conta com projetos de Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCH) e centrais solares em estudo.
FONTE: JORNAL DE HOJE

Nenhum comentário: