sexta-feira, 12 de junho de 2015

CONFIRA ALGUMAS DICAS PARA ENCARAR AS DELÍCIAS JUNINAS SEM PERDER A FORMA

Além da dança, música e brincadeiras, algumas das melhores coisas da festa junina são os pratos típicos. Nessa época do ano, é comum consumirmos doces e bebidas quentes que costumam ter um alto índice de calorias. Porém, existem alternativas para aproveitar essas delícias sem exagerar.
A nutricionista do Hospital San Paolo, centro hospitalar localizado em São Paulo, Flavia Salvitti, afirma que os alimentos podem ser preparados de forma mais saudável com a utilização de farinha integral. Ela ainda aponta que a tapioca pode receber um recheio de frutas, em vez de leite condensado. “A canjica pode ser feita com leite desnatado e adoçante para forno e fogão. Abuse dos termogênicos do período como a canela e o gengibre”, afirma.
No caso das bebidas, a melhor opção é o vinho quente (190 cal), pois é menos calórico que o quentão (276 cal). Contudo, os ingredientes adicionados às receitas também têm influência no valor nutricional e existe uma forma de deixá-las menos calóricas. No vinho quente e no quentão, pode-se utilizar adoçante na composição. O ideal é que para cada xícara de vinho sejam utilizados de 4 a 5 envelopes de adoçante, de acordo com Flavia.

Não é necessário só fazer mudanças no cardápio, o bom da festa junina é que existem aqueles alimentos que são naturalmente benéficos ao organismo, é o caso do milho e do amendoim. “O milho tem um alto valor nutritivo, pois contém vitamina C, A, B1 (tiamina), B9 (ácido fólico), fibras e ferro, além de não perder suas propriedades ao ser utilizado em bolo, como pipoca, pamonha ou canjica. A maneira mais indicada para consumo é cozido, pois as propriedades nutricionais irão se manter e não deve ser adicionado açúcar e gordura a um alimento que já é calórico (371 cal em 100 g). Vale ressaltar que ele não contém glúten e pode ser consumidos por celíaco”, declara.
No caso do amendoim, o alimento possui vitamina E, um antioxidante com boa quantidade de proteína e gordura monoinsaturada que auxiliam na redução dos níveis de colesterol ruim. A forma mais indicada de consumi-lo é assado sem adição de gorduras e açúcares. Existem as receitas de pé de moleque diet, nas quais é possível utilizar adoçante e leite condensado diet.

Para aqueles doces caseiros, como os de abóbora, laranja e batata doce, Flavia também recomenda o uso de adoçante forno e fogão para um consumo menos calórico. “A abóbora é um alimento rico em betacaroteno que se converte em vitamina A, também é de fácil digestão e rica em flavonoides que agem contra os radicais livres. A batata doce é um carboidrato de baixo índice glicêmico, ou seja, é liberado gradativamente no organismo o que o torna excelente opção para dar energia sem liberar altos picos de insulina. Já a casca de laranja é rica em antioxidantes e estudos indicam que apresentam benefícios na redução do colesterol.

Nenhum comentário: