sexta-feira, 1 de maio de 2015

VEREADORES NATALENSES TAMBÉM FALAM SOBRE O FECHAMENTO DO JH

Vereadores dos diversos partidos com representação na Câmara Municipal de Natal opinaram sobre o encerramento d’O Jornal de Hoje, versão impressa que ocorrerá nesta quinta-feira, dia 30 de abril de 2015, após circular ininterruptamente durante quase 18 anos. Franklin Capistrano, PSB, presidente da Câmara Municipal: “O Jornal de Hoje fez história na imprensa do Rio Grande do Norte pelo princípio ético da informação, pela preocupação com a política, a cultura e o esporte. Esteve nesses quase 18 anos sempre atento em defesa da vida com dignidade para o nosso povo”.
Raniere Barbosa, PDT, líder do prefeito na Câmara Municipal de Natal: “O Jornal de Hoje consolidou a informação política e pautou a imprensa local saindo sempre na frente com a informação atualizada e precisa. É lamentável que o vespertino deixe de circular todos os finais de tarde com informações diversificadas. Seu fechamento é uma perda enorme para a sociedade”.

Júlio Protásio, PSB: “O fechamento d’O Jornal de Hoje é uma grande perda para a cidade de Natal pela diversidade de opiniões atualizadas todos os finais de tarde. Foi durante todo esse tempo uma referência no noticiário político”. Amanda Gurgel, do PSTU: “O fechamento de um veículo de comunicação é lamentável. O Jornal de Hoje abriu espaço para todos, inclusive para o nosso mandato. Ao longo desse tempo cumpriu a sua missão abrindo espaço  para as diversas tendências e ao contraditório”.
Aquino Neto, do PROS: “O Jornal de Hoje foi um espaço democrático com uma folha de serviços prestados ao Estado. Com a simplicidade do seu diretor-presidente, jornalista Marcos Aurélio de Sá, o vespertino informou com seriedade os fatos políticos, econômicos e sociais do Rio Grande do Norte”

Maurício Gurgel, PHS: “a sociedade perde com o fechamento d’ O Jornal de Hoje, que tinha um espaço democrático aberto para todas as tendências”. Fernando Lucena, PT: “Rui Barbosa dizia que a imprensa é os olhos do povo. O Rio Grande do Norte está míope a partir de amanhã com o fim d’O Jornal de Hoje”.

Adão Eridan, PR: “Lamento profundamente o fechamento d’ O Jornal de Hoje. Acredito que faltou apoio e sensibilidade por parte das autoridades para manter esse importante jornal contribuindo para o desenvolvimento do Rio Grande do Norte. Faltou uma iniciativa para efetivação de parcerias que certamente viabilizariam a permanência de um jornal que foi muito importante divulgando os fatos antes de todos os concorrentes”.
FONTE: JORNAL DE HOJE REPÓRTER DE POLÍTICA  JOAQUIM PINHEIRO

Nenhum comentário: