segunda-feira, 11 de maio de 2015

OPERAÇÃO CONJUNTA IBAMA E PRF COMBATE VENDA ILEGAL DE AVES E EMITE MULTA MILIONÁRIA

A Polícia Rodoviária Federal e o IBAMA realizaram na manhã desse domingo (10) uma operação conjunta para combater a venda ilegal de pássaros que era realizada aos domingos em um campo de futebol no bairro Belo Horizonte, em Mossoró/RN.
O planejamento contou com 35 policiais rodoviários federais e 11 agentes do IBAMA, inclusive com pessoal de fora do estado. A ação foi deflagrada às seis horas da manhã e culminou em 25 indivíduos presos. Muitas pessoas estavam no local no momento da chegada dos policiais e agentes. Houve tentativa de fuga do local, mas a chegada das viaturas por diversos pontos dificultou a evasão, resultando no alto número de pessoas detidas.

Os agentes públicos resgataram 189 pássaros silvestres, alguns deles com sinais de maus-tratos que ficarão sob custódia do IBAMA para tratamento. Os demais foram soltos em área silvestre ainda neste domingo pelos agentes do IBAMA, após a confecção de todos os termos registrando os animais recuperados e vinculando-os ao ato criminoso.
O comércio ilegal de animais silvestres é prática prevista como crime ambiental pela Lei Federal nº 9.605, de 1998, e pelo Decreto 6.514, de 2008. A multa pela venda irregular é de R$ 500,00 por indivíduo de espécie não constante de listas oficiais de risco ou ameaça de extinção. Com um homem de 58 anos, já conhecido como grande vendedor ilegal de pássaros na região, foram apreendidos 42 aves e, com isso, foi lavrado em seu desfavor um auto de infração no valor de R$ 27.000,00.
Foram identificadas 19 espécies diferentes, como a Graúna e o Azulão, que eram vendidas por cerca de R$ 300,00 o indivíduo. Também havia Periquitos da Caatinga, Galo de Campina, Sabiá e Canários da Terra.

No total, a Operação Maracanã resultou no montante de aproximadamente R$ 94.000,00 em multas. Todas as pessoas detidas responderão em liberdade, inclusive um homem que foi preso com uma espingarda e munição. Para ele foi colocada uma fiança que foi paga.
Fato importante também é que 16 veículos utilizados para o comércio das aves foram apreendidos, podendo resultar no perdimento de propriedade aos seus donos. Dentre eles, foi apreendido um caminhão tipo prancha, um Toyota Hilux 2014, um Suzuki Jimny 2012 e um VW Gol 2015.
Comércio e maus-tratos
Engana-se quem pensa que aqueles que vivem do comércio ilegal de aves estão preocupados com seus cuidados. Durante a ação de busca nos arredores da feira foi encontrada uma gaiola com uma carcaça de pássaro, provavelmente morto em decorrência de maus-tratos.
Histórico
Em 2008 a PRF e o IBAMA já haviam realizado a operação Voo Livre no mesmo local. Naquela ação foram detidas 28 pessoas e recuperados 204 aves.

O cidadão pode denunciar o comércio ilegal e os maus-tratos a animais ao IBAMA, pelo telefone 0800-618080, e para a PRF pelo 191.
FONTE: JORNAL DE HOJE

Nenhum comentário: