quinta-feira, 16 de abril de 2015

MÃE PÔS CHUMBINHO EM SORVETE QUE MATOU MENINO, REVELA POLÍCIA

Um laudo concluído pela Polícia Civil do Ceará aponta que Cristiane Coelho matou o filho Lewdo Bezerra, de 9 anos, envenenado colocando uma substância junto com um sorvete de morango, segundo o delegado responsável pela investigação do caso Wilder Brito. “A Cristiane, que dizia ter sido espancada pelo marido matou o filho envenenado fazendo uso de sorvete de morango. Não há mais dúvida”, declarou o delegado à TV Verdes Mares, nesta quarta-feira após a conclusão do inquérito.
De acordo com ele, a prisão preventiva vai ser pedida ainda nesta semana. Cristiane Coelho irá responder por homicídio triplamente qualificado.
O assassinato do menino Lewdo ocorreu em novembro de 2014 e a principal supeita do caso já era Cristiane. Ele e o pai, o subtenente do Exército Francileudo Bezerra, foram envenenados na madrugada de 11 de novembro, com veneno para rato, popularmente conhecido como “chumbinho”.
Francilewdo passou uma semana em coma, mas se recuperou. Ele chegou a ser apontado como suspeito de homicídio, o que foi descartado após conlcusão do laudo, segundo o titular da 16° DP.
Segundo o laudo, a mãe do menino usava o notebook para pesquisas sobre “como envenenar pessoas com chumbinho”, enquanto o marido usava para fins de trabalho.
Em primeiro depoimento à polícia, Cristiane declarou que Francilewdo era quem havia matado o filho, usando tranquilizantes, além de tê-la agredido, e em seguida tentado suicídio. O laudo toxicológico, no entanto, revelou que o menino morreu por ingestão de veneno de rato. A polícia chegou a encontrar veneno durante uma perícia feita na casa da família no dia 30 de dezembro, dentro de um encanamento de pia.    Fonte: IG

Nenhum comentário: