terça-feira, 14 de abril de 2015

FOTÓGRAFO É AGREDIDO DURANTE PROTESTO POR SE PARECER COM LULA

Um fotógrafo do jornal “Estado de Minas” foi agredido durante as manifestações deste domingo (12) contra o governo federal em Belo Horizonte. O motivo seria porque Beto Novaes se parece com o ex-presidente Lula.

A agressão teria acontecido quando ele estava próximo de uma mulher que pediu para ser fotografada. Em seguida, a mulher disse que ele se parecia muito com o ex-presidente Lula em razão de sua barba e cabelos.
Neste momento, quatro homens que estavam próximos mandaram que o fotógrafo fosse embora e o agrediram com chutes. Entretanto, ele não teve como registrar as agressões com sua câmera e também não registrou Boletim de Ocorrência.

A história foi relatada por um colega do repórter fotográfico, o cartunista Quinho. Ele descreveu como tudo aconteceu e, em entrevista ao jornal “O Tempo”, Beto Novaes confirmou as agressões e disse que é comum ser comparado a Lula e que, geralmente, recebe pedidos para tirar fotos com as pessoas devido à sua semelhança com o ex-presidente. Novais foi procurado pela reportagem, mas não retornou às ligações.
Em nota, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais repudiu a agressão, afirmou que “tomará todas as medidas para que [os agressores] sejam identificados e punidos e lembrou que “democracia, tolerância e respeito são palavras que esses manifestantes que saíram às ruas, pelo visto, não conhecem”.
Fonte: R7

Nenhum comentário: