sexta-feira, 6 de março de 2015

FÁTIMA BEZERRA: “A REDE GLOBO QUER ENTREGAR A NOSSA PETROBRAS AO CAPITAL ESTRANGEIRO”

Além de cobrar da oposição, a senadora Fátima Bezerra se dirigiu também a mídia brasileira e, principalmente, a Rede Globo, um verdadeiro partido político – na visão da petista. Segundo Fátima, mesmo a Globo tendo sido a maior responsável pela repercussão nacional do escândalo envolvendo José Agripino (DEM), por meio de reportagem no Fantástico, a emissora estaria tentando enfraquecer a Petrobras e, depois, entrega-la ao capital estrangeiro.
“O que estamos vendo atualmente é o ápice de um processo de desvirtuamento da política promovido pela mídia hegemônica deste país desde o primeiro mandato do ex-presidente Lula. Uma mídia que se porta como o maior e verdadeiro partido de oposição do Brasil. Uma mídia que quer ser protagonista do país, que quer pautar a política e decidir os rumos da nação. Mais do que isso: quer ser orientadora da política e o que há de pior nisso é o fato de que alguns políticos simplesmente conduzem o que ela quer”, afirmou Fátima Bezerra no mesmo discurso que cobrou da oposição a manifestação sobre a Sinal Fechado.

Para exemplificar o que dizia, a senadora petista citou o editorial do jornal “O Globo”, que desqualificou o manifesto em defesa da Petrobras, “assinado por figuras da maior importância nas áreas da intelectualidade, artística, política, sindical, jurídica”, conforme apontou Fátima. “Um manifesto legítimo em defesa da maior empresa deste país e sobretudo da democracia. Desqualificou igualmente o ato que iria acontecer no mesmo dia na sede da Associação Brasileira de Imprensa, no Rio de Janeiro”, afirmou, acrescentando que “o escopo do editorial, na verdade, não passava de uma defesa da mudança do regime de partilha do Pré-sal para o regime de concessão para empresas estrangeiras”.

Indo mais além, Fátima Bezerra afirmou que existe uma divisão no momento: brasileiros que defende o maior patrimônio do Brasil, que é a Petrobras, e o maior grupo de mídia do Brasil, a Globo, defendendo a entrega de “nosso passaporte para o futuro”, ou seja, a mesma Petrobras, para empresas estrangeiras.

“O referido editorial do jornal da família Marinho deixa muito claro, para os mais atentos, que o interesse maior está longe de ser o efetivo combate à corrupção, de punir os corruptos e os corruptores, mas sim destruir a imagem da Petrobras, desmontá-la a fim de mudar o regime de partilha que vai garantir educação de qualidade, salários mais dignos aos professores e perspectiva de futuro às crianças e aos jovens deste país”, acrescentou a senadora.
Segundo Fátima Bezerra, a “mídia oposicionista e os políticos que a representam, uma vez que são por ela orientados, estão mais interessados em seguir pura e simplesmente a lógica e o interesse do mercado do que em defender o interesse nacional, que é o interesse do povo brasileiro. Pior do que isso: defender interesses estrangeiros em detrimento do povo brasileiro”.
FONTE: JORNAL DE HOJE

Nenhum comentário: