quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

'TEMOS FÉ', DIZ IRMÃO DE DESAPARECIDO EM NAVIO-PLATAFORMA DA PETROBRAS

Natural de Mossoró, cidade da região Oeste potiguar, o técnico de segurança Luiz Cláudio Nogueira, de 43 anos, está entre os trabalhadores desaparecidos após a explosão na casa de bombas do navio-plataforma FPSO Cidade de São Mateus, que presta serviços para a Petrobras. O acidente aconteceu por volta das 12h50 desta quarta-feira (11) no litoral do Espirito Santo. “Desde então, não temos notícias dele. Mas, acreditamos que ele ainda está vivo. Temos fé”, disse ao G1 Kleber Nogueira, irmão de Luiz.

Ainda segundo o irmão, Luiz trabalha há pouco mais de dois anos na BW Offshore, empresa norueguesa que opera o navio. Na manhã desta quinta, o sindicato dos petroleiros do Espírito Santo e a própria empresa confirmaram que cinco trabalhadores morreram na explosão, vinte e cinco ficaram feridos e quatro ainda não haviam sido encontrados após todos os funcionários serem retirados da unidade. A Agência Nacional do Petróleo (ANP) informou que 74 pessoas estavam no navio-plataforma.
 (O G1 acompanha em tempo real o resgate das vítimas)
“Meu irmão é casado e tem uma filhinha de um ano. Atualmente mora em Rio das Ostras, no RIo de Janeiro. Ele passou quatorze dias de folga, e voltou ao trabalho justamente nesta quarta-feira, quando embarcou no litoral capixaba”, disse Kleber. “Em nossa família somo oito irmãos. Eu e uma irmã trabalhamos na Petrobras. E tem o Luiz, que também é do ramo, mas que trabalha nesta empresa terceirizada. Em 1987, um outro irmão nosso, e que também era empregado da Petrobras, morreu em um acidente quando dirigia um caminhão da empresa no município de Upanema, aqui mesmo no Rio Grande do Norte”, acrescentou.
FONTE: G1 DO RN

Nenhum comentário: