segunda-feira, 27 de outubro de 2014

'TIVEMOS UMA VOTAÇÃO TRANQUILA', RELATA PRESIDENTE DO TRE/RN

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral no Rio Grande do Norte, Virgílio Macêdo, considerou que o segundo turno das eleições foi mais tranquilo em comparação ao que ocorreu no primeiro turno. A apuração decretou que o candidato Robinson Faria (PSD) foi eleito para o cargo de governador do estado.
Segundo o presidente do TRE/RN, o único caso considerado grave foi o assassinato de um jovem em Mossoró, que ocorreu na Escola Municipal Professora Celina Guimarães, no bairro Barrocas. Contudo, Virgílio explicou que não há relação do crime com o processo eleitoral, já que se trata de de uma briga por conta de envolvimento com o tráfico de drogas.
"A avaliação que faço é bastante positiva. Nós tivemos uma votação absolutamente tranquila, com exceção de um incidente que aconteceu em Mossoró, mas que não teve nada a ver com a eleição em si. Um rapaz foi baleado mas ficou provado pelas informações da polícia que foi um caso policial; uma rixa entre traficantes e um rapaz foi perseguido até uma sessão eleitoral onde tentava se esconder. Checamos se ele era eleitor daquela escola e ele não era. Então foi mesmo um caso de polícia. No fim, eu daria uma nota 9 ao nosso pleito", relatou.
No total, foram registradas 114 ocorrências, sendo 33 com prisão - com uso de alto falante, boca de urna, divulgação de propaganda eleitoral, transporte ilegal e corrupção eleitoral -, além de 81 pessoas autuadas pela Polícia Militar e encaminhadas para assinar um Termo Circunstaciado de Ocorrência (TCO).
Sobre a tranquilidade com que os eleitores tiveram para votar durante o dia, Virgílio Macêdo afirmou que a diminuição no número de candidatos, como também ao melhor conhecimento do sistema de biometria, facilitou no momento da votação.
"Ficou provado que a biometria não foi a responsável pela demora na votação do primeiro turno. Pela tranquilidade com que transcorreu no segundo turno, percebe-se que o problema era o número de telas que o eleitor tinha. Como agora só tínhamos dois cargos para serem votados, a coisa fluiu mais facilmente", disse.
FONTE: G1 DO RN

Nenhum comentário: