segunda-feira, 25 de agosto de 2014

VINTE SÃO PRESOS POR CAÇA DE ARRIBAÇÃS NO RN; 2.630 AVES SÃO MORTAS


Vinte pessoas foram detidas na madrugada desta segunda-feira (25) suspeitas de estarem caçando animais de forma ilegal nas proximidades do Pico do Cabugi, no município de Lajes, região Central do Rio Grande do Norte. Segundo a Polícia Militar, foram apreendidas 2.630 arribaçãs mortas - aves silvestres de pequeno porte semelhantes a pombos. Seis pássaros foram encontrados ainda vivos.

Segundo o sargento Ronaldo Simplício, subcomandante do policiamento militar em Lajes, a polícia chegou ao local após uma denúncia anônima. “Quando chegamos encontramos vários veículos parados na beira da pista, o que nos chamou atenção. Fizemos buscas e encontramos o grupo. As aves abatidas estavam dentro de sacos plásticos”, acrescentou.
Os detidos, ainda de acordo com o sargento, foram levadas para a Delegacia de Polícia Civil da cidade, onde serão autuadas por crime ambiental.
Ao contrário de outras aves, as arribaçãs constroem os ninhos no chão, perto uns dos outros, o que as fazem presas fáceis de predadores e caçadores. De acordo com o Ibama, quem for pego caçando arribaçãs responde por crime de caça predatória e pode pegar de seis meses a um ano de prisão, além de pagar uma multa de R$ 500 por cada ave apreendida.
FONTE:  G1 DO RN

Nenhum comentário: