quarta-feira, 23 de abril de 2014

CONHEÇA OS VÁRIOS TIPOS DE CELULITE E DESCUBRA COMO SE LIVRAR DELAS

A celulite é encarada por muitas mulheres como uma verdadeira praga, especialmente quando aparecem perto das férias de verão. Mas conhecendo mais a fundo o problema, pode ser mais fácil combatê-lo.

O site Female First consultou Jill Zander, da Jill Zander Skin Rejuvenation Clinic, que é especialista na área. Ela listou 10 fatos sobre os tais furinhos. Confira.

Existem diferentes tipos de celulite
Pouca gente sabe, mas existe mais de um tipo de celulite. A adiposa é firme, que traz à pele flácida o efeito de casca de laranja. A edematosa é um pouco mais suave, na maior parte das vezes causada pela retenção de líquido. Já a fibrosa é a mais compacta, também com aspecto de casca de laranja.

Mantenha-se em movimento
As celulites se formam nas áreas em que há menos circulação. Isso significa que sem atividade física, é praticamente impossível livrar-se dos furinhos. Se você persistir em exercícios diários, principalmente os que aquecem a pele, vai dizer “adeus” a elas rapidinho. Corrida, nado e caminhada rápida são as melhores formas de aumentar a circulação sanguínea e perder os tecidos gordurosos.


Creme antes de malhar
Jill Zander afirma que vale usar os produtos para redução e celulite antes de malhar. “Após o exercício, o seu metabolismo e sua circulação sanguínea é estimulada e os produtos que você aplica serão melhor absorvidos, ajudando a ativar os ingredientes de combate a celulite”, explica.


Faça você mesmo
Usar uma bucha corporal, apostar em massagem ou outras técnicas que estimulam a circulação podem ser benéficas neste sentido. A melhor maneira de fazer massagem para aumentar a dispersão de gordura é aplicar as mãos com força ao longo das coxas.


Faça algo, mesmo que pouco
Se o seu trabalho favorece ao sedentarismo, é provável que sofra com a celulite. Por isso, tente pequenas pausas, faça um chá e ande pelo escritório. São pequenos passos que podem fazer diferença para quem está tentando entrar em forma.


Alguns tratamentos podem ajudar
O site cita um tratamento chamado Liptripsy, como uma alternativa que utiliza ondas indolores. A celulite ocorre quando as células de gordura incham. As células de gordura se tornam muito duras e com isso não conseguem mais ser drenadas.


Neste tipo de terapia, as ondas fazem com que as célas se tornem permeáveis e saudáveis novamente, ou seja, a gordura pode escorrer naturalmente. Os resultados aparecem em cerca de 4 semanas.

A importância de tonificar os músculos 
Uma vez que a celulite é reduzida, a pele precisa ser tonificada. Isto porque ela foi esticada quando aumentou de tamanho, e depois reduzida quando as células diminuíram.


Você não está sozinha
A celulite é frequentemente hereditária, então é provável que as mulheres da sua família sofram do mesmo mal. Além disso, 95% das mulheres têm algum tipo de celulite em alguma parte do corpo e, depois da gravidez, o quadro também pode vir a aparecer. Então lembre-se que você está em boa companhia: a maior parte das pessoas não é imune à celulite.


Saiba qual é o seu grau de celulite
Existem quatro graus diferentes de celulite. Confira:


Grau 1 – Celulites não-visíveis, mesmo quando se comprime a pele
Grau 2 – Não-visível quando se está deitada ou em pé. Aspecto de casca de laranja quando a pele é comprimida.
Grau 3 – Visível quando se está em pé, mas pode desaparecer quando se está deitado.
Grau 4 – Visível deitada ou em pé.


Conheça a hipotonia dérmica
O quadro costuma a aparecer entre os 35 e 45 anos de idade. Geralmente, aparece na parte interna das coxas e no bumbum. Este é um tipo de celulite que traz a aparência de flacidez, quando afeta a coxa. No bumbum, assume um aspecto pesado.  Este tipo de celulite só tem irregularidades rasas (casca de laranja) e aparecem em menor número do que o observado com outros tipos; no entanto, é comum vir acompanhada de estrias.

Fonte: Terra

Nenhum comentário: