sábado, 15 de março de 2014

NOVO AEROPORTO TEM 89% DA OBRA PRONTA E ABRE EM UM MÊS


O Aeroporto Governador Aluízio Alves, que vai substituir o Augusto Severo, no Rio Grande do Norte, está com 89% das obras concluídas e teve a data de inauguração reiterada ontem: 15 de abril. De acordo com o consórcio Inframérica, que está construindo e vai administrar o aeroporto, as equipes que trabalham no local estão na fase de “acabamentos finos e instalações finais”. “O aeroporto entrará em operação em 15 de abril deste ano”, garante.

Para a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), só após a conclusão dos trabalhos da concessionária será possível, porém,  trabalhar com a data exata de abertura do aeroporto às operações. “Quando os trabalhos da concessionária se encerrarem, a Anac realizará a homologação final do aeroporto, para que possamos trabalhar com a data exata”, afirmou a agência, em nota à TRIBUNA DO NORTE. “Ressaltamos que a homologação dependerá da análise e aprovação de diversos aspectos de infraestrutura aeroportuária e de segurança operacional pelas áreas técnicas da Agência”, acrescentou.

Pelo contrato de concessão, o consórcio Inframérica tem até janeiro de 2015 para entregar o aeroporto operacionalizado. A decisão de antecipar o cronograma e abrir a estrutura ao público em abril deste ano – antes da Copa do Mundo, que ocorre entre junho e julho e terá Natal como uma das sedes - partiu do consórcio, segundo a Anac.

Obras
Atualmente, estão sendo instalados, por exemplo, carpetes, forros, revestimentos, iluminação e mobiliário. Foi iniciada a parte de paisagismo e obras internas de lojas. O estacionamento, segundo o consórcio, está na parte final de asfaltamento e em seguida virão a pintura e sinalização das faixas que demarcam as vagas e o fluxo do estacionamento.

Todos os equipamentos e sistemas de navegação aérea e controle de voo estão implantados e em testes. As escadas rolantes já foram instaladas e testadas. Já elevadores, sistema de bagagem e de raio-x estão em instalação, assim como os sistemas de ar-condicionado e combate a incêndio.

Nenhum comentário: