sábado, 8 de fevereiro de 2014

Projeto Minha Casa, Minha Vida garantirá residências para os agricultores

 
Na última viagem que fez a Brasília, o prefeito Francisco José Júnior conseguiu recursos para a construção de 1.200 casas que serão destinadas a trabalhadores da zona rural de Mossoró.
Deacordo com o subsecretário do Desenvolvimento Rural, Rondinelli Carlos, o Programa Nacional de Habitação Rural, realizado em parceria com o Governo Federal, beneficiará agricultores que moram em casas de taipa. "Um último levantamento feito já contava com 750 imóveis cadastrados", diz.
O secretário acredita que a construção das casas vai erradicar de vez as casas de taipas no município. "O projeto beneficiará o homem do campo de forma mais ampla, pois também ajudará na saúde desses trabalhadores", diz. As casas de taipa são também possíveis moradias para o besouro barbeiro, transmissor da Doença de Chagas.
Neste primeiro momento, equipes da Subsecretaria do Desenvolvimento Rural, em parceria com a Secretaria de Saúde e também da Infraestrutura, já estão fazendo mapeamento no Polo do Chafariz e adjacências. Todas as comunidades rurais do município receberão visitas das equipes. Será feito por etapas, seguindo um cronograma.
Rondinelle conta que em janeiro já foram iniciadas as conversas sobre a ampliação do número de casas que seriam construídas, o que se confirmou com a viagem do prefeito a Brasília, onde conseguiu recursos do Governo Federal. "Foi além do esperado", revela.
Para o presidente o Sindicato dos Trabalhadores da Lavoura, Francisco Gomes, este é um projeto que está sendo esperado há muito tempo pelos agricultores.
O Sindicato agora corre para ajudar os agricultores a reunir os documentos necessários para a participação no programa. "Agora é pisar no acelerador e fazer o mais rápido possível", fala.
Ele conta que cerca de 80% das casas na zona rural são de taipa. Ele acredita que mesmo com um bom número de casas que serão ofertadas através do programa não será suficiente para atender a todos que precisa. "Mossoró possui 133 comunidades rurais e ainda os assentamentos. Acredito que atenderá 70% dos agricultores", finaliza

Nenhum comentário: