quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Marina reage com cautela as críticas de Lula


A ex-ministra Marina Silva (PSB) disse, na última quarta-feira (30), que não tem “pressa em responder na mesma moeda” ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Em Curitiba, ao ser questionada sobre as declarações do ex-presidente, Marina disse que tem muito respeito por Lula e não queria “se precipitar” numa resposta.

Em estratégia combinada com o Palácio do Planalto, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou a ex-ministra na tentativa de neutralizar os ataques dela à política econômica e blindar a presidente Dilma Rousseff (PT). Lula procurou colar na ex-petista o carimbo de "teleguiada" do governador Eduardo Campos (PSB), ao dizer que "ela deveria parar de aceitar com facilidade as lições que estão lhe dando".

“Não sei do contexto e não quero também me precipitar, porque eu não posso controlar o que Lula diz a meu respeito, mas eu quero falar sempre com ele com muito respeito e sem nenhum tipo de pressa em responder na mesma moeda”, afirmou a ex-ministra. “Minhas declarações, elas vêm sendo dadas desde 2010”, ressaltou.

Segundo ela, o próprio ex-presidente manteve as conquistas obtidas pelo Plano Real. “Quanto à ideia da estabilidade econômica, quem me deu a lição foi o próprio presidente Lula quando assinou a Carta aos Brasileiros, em que ele dizia que iria manter as conquistas do Plano Real e todos aqueles compromissos que foram assumidos.”

Magno Martins

Nenhum comentário: